banner



Dicas de Saúde


Categoria: Notícias
6 junho
Hipertensão Arterial
imagem-dica

A medida da pressão arterial realizada no consultório médico, chamada de medida casual da pressão arterial, é a base para o diagnóstico da hipertensão arterial. Exames adicionais, como a monitorização ambulatorial da pressão arterial (MAPA), podem ser necessários para o diagnóstico da doença.

A hipertensão arterial, conhecida popularmente como "pressão alta", é a elevação anormal da pressão arterial, aumentando o risco de desenvolvimento e morte por doenças cardiovasculares, como o ataque cardíaco, derrame cerebral e insuficiência cardíaca. Alguns fatos sobre a hipertensão arterial:

- A doença atinge, em média, 25% da população brasileira, chegando a mais de 50% na terceira idade e, surpreendentemente, a 5% dos 70 milhões de crianças e adolescentes do Brasil, segundo dados da Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH).

- A hipertensão arterial causa anualmente mais de 9 milhões de mortes de pessoas no mundo e é responsável por 45% dos ataques cardíacos e 51% dos derrames cerebrais.

- Estima-se que um entre cada três adultos sofre de hipertensão arterial.

- A maioria dos casos de morte relacionadas à hipertensão arterial ocorre em países emergentes ou em desenvolvimento, como o Brasil. Cerca de 80% das mortes ocorrem nesses países.

- O tratamento da hipertensão arterial envolve mudanças dos hábitos de vida, como perda de peso, dieta pobre em sódio, prática regular de atividades físicas e consumo moderado de bebidas alcoólicas.

- Existem inúmeros medicamentos anti-hipertensivos, geralmente bem tolerados, capazes de controlar a doença. A maioria dos hipertensos precisa de uma associação de medicamentos (dois ou mais) para controlar adequadamente a sua pressão arterial.

- Valores da pressão arterial abaixo de 140/90 mmHg em adultos e abaixo de 150/90 mmHg em idosos, pode ser uma meta pressórica aceitável para uma boa parte dos pacientes hipertensos.

Quando foi a última vez que você mediu a sua pressão arterial?


Relacionadas


Comentários sobre esta matéria

Deixe seu comentário
Nome:

E-mail:

Comentário: